Rodízio SP? Entenda como funciona!

Quem vive em São Paulo, sabe o quanto é complicado o trânsito na cidade. A maior metrópole do Brasil não pára e, para reduzir os problemas de congestionamento de carros, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) criou o rodízio sp.

Para tanto, os motoristas que circulam na capital paulistana devem seguir as orientações do programa e saírem com os seus carros conforme estabelecido pelo rodízio. O revezamento ficou pausado no fim de 2021, porém, voltou em 2022.

Sendo assim, criamos este guia para explicar sobre o rodízio sp e, como isso, trazer orientações para você não ter problemas enquanto dirigir pelas ruas da cidade.  

O que é o rodízio e para que serve?

O rodízio sp foi criado em 1997 com a Lei 12.490 de 3 de outubro de 1997, para diminuir a circulação de carros na capital paulista. Com isso, essa estratégia prevê o revezamento de veículos em algumas regiões de São Paulo nos dias e horários estabelecidos pelas regras.

Para tanto, os motoristas que circulam em São Paulo devem prestar total atenção no rodízio de carros durante a semana e, em casos de violação das normas, podem sofrer infrações. Visto que, para ser válido, o programa é regulamentado pelos decretos 58.584 e 58.604.  

No entanto, a medida foi estabelecida na intenção de desafogar o trânsito na maior capital brasileira. Contudo, o controle do tráfego na cidade ainda é um desafio para as autoridades, porém, o rodízio sp vem ajudando a resolver alguns problemas.

Além disso, a cidade de São Paulo concentra um grande número de habitantes e, com isso, os motoristas precisam redobrar a atenção para evitar os acidentes no trânsito. 

Quais as regiões do rodízio sp?

O rodízio de carros sp não funciona em todas as regiões da capital paulistana. O programa se concentra no Centro Expandido da Cidade, ou seja, em localidades com uma movimentação maior de veículos como as avenidas e as marginais do Minianel Viário. 

Em 2022, o rodízio é aplicado em alguns pontos como:

  • Marginais dos rios Tietê e Pinheiros;
  • Avenidas dos Bandeirantes e Afonso Taunay;
  • Complexo Viário Maria Maluf;
  • Avenida Presidente Tancredo Neves;
  • Av. das Juntas Provisórias;
  • Viaduto Grande São Paulo.

Qual dia e hora eu não posso circular com o meu carro?

A redução no tráfego de São Paulo é baseada conforme o número final da placa dos veículos. Com isso, entre segunda e sexta-feira, fica proibida a circulação de automóveis com dois finais de placas e, dessa forma, o rodízio sp estabelece as seguintes regras, inclusive para as placas Mercosul:

  • Segunda-feira: proibido as placas com final 1 e 2; 
  • Terças: 3 e 4 
  • Quarta-feira: 5 e 6;
  • Quintas: 7 e 8;
  • Sexta-feira: 9 e 0.

Além disso, os veículos ficam proibidos de circular entre sete e dez da manhã, e de cinco da tarde às dez da noite. Entretanto, se você quer saber se tem rodízio de placas hoje, note que o esquema não funciona aos sábados, domingos e feriados.

Contudo, em alguns períodos comemorativos como as festas de fim de ano ou o aniversário da cidade de São Paulo, os veículos estão liberados para circular. Entretanto, o rodízio sp também é suspenso nos dias de chuvas com alagamentos e na paralisação de transportes públicos. 

Quais os veículos que devem respeitar a medida?

O programa proíbe o trânsito de caminhões e carros de passeio durante a semana, mas, existem dúvidas sobre os automóveis que não têm placa de São Paulo. Sendo assim, a regra é válida para todos os veículos, independente da cidade do emplacamento. 

O que acontece se o motorista não respeitar o rodízio de placas hoje?

O motorista que desrespeitar as regras do rodízio será autuado na infração grave, pagará uma multa de R$ 130,16 e perderá quatro pontos na carteira nacional de habilitação (CNH). Porém, a pessoa pode recorrer da notificação em casos como:

  • Veículos que possuem isenção do rodízio;
  • Erros na autuação;
  • Identificação por engano da placa do veículo.

Como ter isenção de rodízio em sp

Alguns veículos não precisam seguir o rodízio, conforme o Artigo 3, Cap II do Decreto 58. 584. Por isso, estão isentos os seguintes veículos:

  • Transportes coletivos, escolares e táxis;
  • Motocicletas;
  • Ambulâncias, viaturas policiais e da Defesa Civil;
  • Veículos das Forças Armadas;
  • Serviços funerários e penitenciários;
  • Veículos de manutenção ferroviária e metroviária;
  • Carros de serviços essenciais como água, esgoto e luz;
  • Viaturas a serviços de reportagens;
  • Automóveis movidos à gás.

Além disso, as empresas de coleta de lixo, correios, alimentares e de saúde estão dispensados. Para tanto, o motorista deve fazer a solicitação no Portal SP 156, da Prefeitura de São Paulo. 

Contudo, os veículos adaptados para as pessoas deficientes não são obrigados a seguirem do rodízio sp e são contemplados nas seguintes situações:

  • Pessoas com deficiência conforme o Artigo 2 da Lei 13.146/2015;
  • Passageiros com diagnóstico de transtornos metais, intelectuais e visuais;
  • Doenças crônicas que comprometam os movimentos;
  • Patologias graves;
  • Deficiências auditivas.

Tire suas dúvidas sobre o licenciamento de veículos

Como me programar para o rodízio?

A Sodré Santoro separou algumas dicas para você dirigir durante o rodízio sp. Para tanto, é importante o motorista lembrar dos dias em que pode circular com o seu carro e, dessa forma, não terá problemas ao ser flagrado desrespeitando as regras do programa. 

Entretanto, é comum esquecer dos dias e horários da medida, mas, convém ter atenção. Como alternativa, o motorista pode recorrer aos transportes públicos e, além disso, terá vantagens como economizar o combustível do seu carro e ganhar tempo para chegar a um compromisso. 

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo, o rodízio de veículos tem contribuído para diminuir o número de veículos a trafegar pela cidade e, também, contribuiu para a redução dos níveis de poluição por gases na capital. 

Por isso, faça uma programação para os compromissos em que precisa utilizar o seu automóvel e deixe para circular nos horários permitidos. Dessa forma, poderá contar com mais facilidade para se deslocar e evitar ser autuado pelo descumprimento das regras. 

Conheça mais sobre as placas Mercosul