Troca de pneus: quando é o momento de trocar os pneus

Você sabe quando é o momento certo para trocar os seus pneus? Mesmo que o momento mais adequado não seja agora, é sempre interessante ter uma noção geral de como e quando você pode fazer a substituição de peças tão importantes dentro do veículo.

Sair em viagens com os pneus desgastados pode ser um verdadeiro problema, ainda mais quando a viagem é longa e você precisa fazer inúmeras curvas. Para evitar acidentes, fique sempre de olho na vida útil desta peça.

Abaixo, você confere quais são os sinais deixados pelos pneus para que você os troque imediatamente.

Desgaste do pneu

Um dos primeiros sinais que o seu carro irá oferecer durante uma avaliação é, justamente, o seu desgaste. Depois de viajar por milhares de quilômetros com o seu companheiro, é mais do que normal que os pneus já estejam bastante desgastados. No entanto, se o veículo for novo, ainda é possível que haja esse desgaste, mas relacionado ao uso indevido.

Dessa maneira, nunca se esqueça de verificar o TWI (Tread Wear Indicator). É por meio dele que os ressaltos da borracha com 1,6 mm de altura poderão ser verificados nos sulcos dos pneus.

Danos ao pneu

Mesmo que a gente acabe não percebendo, é bem provável que acabemos causando danos aos nossos pneus. Seja passando sobre buracos ou objetos pontiagudos, o mais adequado é ficar de olho nas modificações da estrada e no desempenho do veículo. Os cortes nas laterais podem comprometer toda a estrutura.

Dessa forma, nunca deixe de verificar se existe algum tipo de rachadura na estrutura, ou, quem sabe, uma perfuração. Qualquer tipo de deformação na superfície deve, sim, receber atenção.

Envelhecimento do pneu

O envelhecimento é um dos fatores que atingem diretamente a durabilidade dos pneus. Temperatura, pressão e condições do local onde o veículo anda sendo manipulado também podem acabar agravando as condições nas quais as peças se encontram.

Talvez, os sinais de um pneu velho não sejam totalmente visíveis, mas, na maior parte das situações, é possível sentir aquela vibração diferenciada no volante. Assim, o condutor precisará estar atento a todos os sinais oferecidos durante a condução, prevenindo o desgaste e, consequentemente, os acidentes.

Validade

Assim como a maior parte dos produtos, os pneus também possuem uma validade. Essa é uma das maneiras mais tradicionais que temos ao nosso alcance para saber quando um pneu precisa ser trocado. É de comum acordo que os fabricantes acabem indicando cinco anos de validade, visto que a qualidade da estrutura da borracha pode estar bastante afetada durante o período mencionado.

Pneus dianteiros

De uma maneira bastante ampla, é muito comum que os condutores acabem substituindo apenas os pneus que já estejam em um estado bem avançado de desgaste. No entanto, isso não deve ser uma regra para quando os pneus dianteiros forem aqueles mais desgastados com as ações do tempo ou do condutor.

O ideal é que todo o conjunto seja substituído de uma única vez, evitando empecilhos e dores de cabeça. Acabar contando com pneus de estruturas diferentes, bem como desgaste e ranhura, pode acabar interferindo diretamente no desempenho do veículo.