O que é CRV? Entenda a diferença do CRLV

O motorista deve conhecer as principais informações sobre um veículo, além das leis de trânsito. Entretanto, algumas dúvidas podem surgir, principalmente, sobre a documentação do carro, mas, você sabe o que é CRV?

O que é CRV?

O Certificado de Registro do Veículo tem como objetivo reunir as informações do proprietário do automóvel. 

  • Dados do proprietário do carro como nome, CPF, CNPJ e endereço;
  • Renavam;
  • Numeração do chassi.

Assim, o motorista não terá dificuldade para licenciar ou transferir a titularidade do carro. 

O CRV é fornecido pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) e comprova que você tem a posse de um veículo. Além disso, esse certificado também apresenta as características do automóvel. 

Sendo assim, a Sodré Santoro preparou este guia para explicar sobre o que é CRV e a importância de manter esse documento em dia. Prossiga a leitura para saber mais. 

Para que serve o CRV?

Esse documento atua como recibo de compra e venda, já que será atualizado quando houver uma transação comercial com o automóvel. Além disso, no CRV consta a regulamentação do veículo e, ainda, ajuda a combater as fraudes no mercado.

Se o proprietário vender o automóvel, preencherá o CRV com os detalhes da transação e assinar o documento. No entanto, o certificado deve apresentar os dados do comprador e, em seguida, será registrado em cartório. Com isso, o novo CRV é emitido em até 30 dias. 

Além disso, o motorista não precisa guardar o documento no carro, visto que não existe obrigatoriedade de apresentá-lo em trânsito, mas, deve estar com a CNH e o CRLV. 

A diferença entre CRV e CRLV

O Certificado de Registro do Veículo é a identidade de um carro e traz informações como o nome, o endereço e a assinatura do atual dono do automóvel. Além disso, o documento informa os dados do proprietário anterior do veículo, tem validade em todo o território nacional e ajuda a evitar fraudes. 

Entretanto, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) é um documento emitido anualmente e indica que um automóvel está autorizado a circular no país. Atualmente, é fornecido de forma digital e está em vigor conforme a Lei 13.281/2016

Por isso, o CRLV é um documento obrigatório para os motoristas e deve ser obtido a cada renovação do licenciamento do veículo. Por outro lado, o CRV apresenta a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV) e serve como um recibo de compra e venda. 

CRLV-e

Desde janeiro de 2021, o Detran passou a emitir o modelo eletrônico do CRLV. Para tanto, o documento também traz o CRV e o Certificado de Licenciamento Anual (CLA), porém, pode ser consultado no aplicativo carteira Digital de Trânsito e ser impresso nos sites do Denatran ou Detran. 

Como pagar o CRLV?

Antes de fazer o pagamento do CRLV, você precisa pagar qualquer débito com o carro como IPVA, DPVAT e multas. Com isso, o boleto será enviado ao novo proprietário e custa entre R$ 50 e R$ 100 e, assim, será possível validar o CRLV com a nova titularidade.

Qual a importância do CRV na compra de um automóvel?

O CRV deve ser informado na relação de documentos exigidos para a aquisição de um automóvel. Dessa forma, a transação de compra e venda se torna segura e, assim, o documento terá os dados do novo proprietário. 

Além disso, o certificado informa se existem infrações de trânsito e assegura que qualquer débito com o Detran esteja em dia. 

Onde localizar o número?

A numeração está no canto superior à direita do documento e, além disso, você pode localizar o Renavam na parte central do CRV. Assim, o certificado deve ser apresentado para resolver questões importantes com o veículo. 

Qual a função do certificado?

Para você entender o que é o CRV, esse documento auxilia na compra ou regularização de um carro. Se você adquirir um veículo em um leilão, é importante atualizar o certificado para comprovar a nova titularidade. 

Entretanto, para efetivar a atualização do CRV, o novo proprietário deverá legalizar a transação em cartório e, com isso, será liberado um novo registro em até 30 dias após o registro.

Por que o documento deve ser guardado?

O Certificado de Registro do Veículo deve ser guardado para você poder comprovar a propriedade de um automóvel. Além disso, precisa ser apresentado em assuntos burocráticos e serve para regularizar os imprevistos com o carro. 

Por isso, você deve ter alguns cuidados com o certificado como:

  • Danos;
  • Mantenha uma cópia para facilitar uma segunda via;
  • Evite levar o documento com você para evitar a perda.

Você não tem a obrigação de portar o CRV, entretanto, mantenha o CRLV e a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em seu poder. A falta desses documentos representa infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e soma sete pontos na carteira.

Como tirar a segunda via do certificado?

Se você perder ou danificar o CRV, deve tirar a segunda via imediatamente. Para isso, procure um posto do Detran e leve os seguintes documentos:

  • Documento de identificação pessoal como carteira de identidade ou a CNH;
  • Original e cópia do CPF;
  • Comprovante de endereço;
  • Laudo original de vistoria do veículo;
  • Comprovante de pagamento débitos do automóvel 9se houver).

Entenda o que é o CRLV

Como preencher o CRV?

O preenchimento do Certificado de Registro do Veículo é simples, porém, é necessário ter atenção para informar corretamente os dados. Dessa forma, não existirão problemas para atualizar o documento no futuro, por isso, preste atenção com as seguintes informações:

  • Assinatura do comprador e do vendedor;
  • Endereço;
  • Local e data da compra do veículo;
  • CPF e RG;
  • Nome completo do comprador;
  • Valor da venda do carro.

O documento deve ser feito pelo atual proprietário do veículo e, além disso, convém tirar uma cópia do certificado. É importante frisar que o certificado serve como uma nota fiscal da venda do automóvel. 

Para tanto, o Detran dos estados brasileiros exige o reconhecimento das assinaturas, por isso, será necessário comparecer a um cartório para legalizar a transação. 

Contudo, se existir alguma informação incompatível com o veículo no CRV, o proprietário pode sofrer algumas infrações como o pagamento de multa e a apreensão do carro. 

Saiba mais sobre transferência de veículos

Qual o prazo para fazer o CRV após a venda do veículo?

Agora, que você já sabe o que é CRV, compreendeu que o certificado deve ser preenchido no ato da venda e, dessa forma, o documento será atualizado com os dados do novo proprietário do veículo. 

Não existe um prazo determinado para fazer o documento, contudo, quanto mais rápido for apresentado, você terá menos tempo para concluir a transação de compra e venda. 

Veja o passo a passo para transferir a titularidade de um automóvel