Mulheres empreendedoras: entenda a atuação delas nos leilões

O mundo dos leilões ainda é predominantemente masculino. No entanto, com a força que esse mercado tem ganhado ao longo dos anos, esse cenário pode mudar. Mulheres empreendedoras ganham cada vez mais espaço na sociedade e conseguem chegar onde quiserem, demonstrando a sua força.

Pensando nisso, é importante falar sobre o primeiro Leilão Fashion, intermediado pela Sodré Santoro. Neste evento, foi possível ver duas mulheres à frente da organização, colocando em leilão algumas peças de grife, como Valentino e Jimmy Choo, além de outras grifes nacionais e internacionais.

A importância das mulheres empreendedoras no mundo dos leilões

Há cerca de 20 anos, apenas homens participavam desse meio, fosse como intermediadores ou como compradores. No entanto, isso está mudando gradualmente, fazendo com que o público feminino consiga abrir mais espaço nesse meio.

Aos poucos, as mulheres no leilão têm se tornado verdadeiros exemplos de que todas elas podem chegar onde desejam. Ainda que o ambiente ainda seja menos comentado entre o público feminino, já não há nada que as impeça de se especializar. Por isso, alguns eventos já são vistos sob orientações de mulheres fortes.

No ano de 2018, segundo dados oferecidos pelo site do Sindicato dos Leiloeiros do Estado de São Paulo, mesmo que apenas 23% dos leiloeiros fossem mulheres, duas mulheres empreendedoras ganharam uma grande notoriedade na área: Mariana Sodré Santoro Batochio e Carolina Lauro Sodré Santoro – ambas pertencem à família de fundadores de uma das maiores organizações de leilões do Brasil.

Em outras palavras, as mulheres podem ocupar os espaços que desejarem, inclusive batendo o martelo para quem der o maior lance e definir quem é o comprador final do item que está sendo anunciado.

O Leilão Fashion da Sodré

As duas irmãs da família Sodré se uniram para fazer o Leilão Fashion. Leilão composto de roupas, sapatos, bolsas, entre outros. Todos os itens arrecadados tiveram pouco uso, e algumas peças ainda possuem as suas etiquetas originais. O evento reforçou ainda mais a presença das mulheres no mundo dos leilões.

A ideia é visionária e pode ser um ótimo canal de vendas para as marcas que estão com algumas peças paradas em seu estoque. Ao levar para um formato de leilão, além de conseguir muito mais visibilidade para a empresa, ainda será possível aumentar o lucro sobre peças que não tinham tanta visibilidade e procura nas lojas, sobretudo por serem de coleções passadas.

Marcas presentes no leilão

Muitas marcas conceituadas estiveram no Leilão Fashion, que foi organizado pela Sodré Santoro. Dentre elas, é possível mencionar J. Crew, Gucci, Jo de Mer, Daslu, Jimmy Choo e Bobô. Todos os lotes de produtos tiveram lance com valor inicial de apenas R$ 50 – uma grande vantagem para os participantes.

Todas as peças estavam em excelente estado, em grande maioria de seminovas e algumas até mesmo com etiqueta, e são bastante diversificadas para todos os gostos. O melhor de tudo é que o preço anunciado é acessível, principalmente para aqueles que desejam adquirir roupas de marca com uma qualidade superior, mas sem precisar gastar muito.