Comprar em leilão é confiável? Saiba mais sobre essa modalidade de compra

As pessoas estão sempre em busca de alternativas para economizar em suas compras, principalmente bens, como imóveis e veículos. Umas das melhores opções para adquirir esses e outros lotes de seu interesse e, ao mesmo tempo, poupar dinheiro, é participar de leilões.

Mesmo com as vantagens dessa modalidade de compra, algumas pessoas ainda têm dúvidas se comprar por meio de um leilão é confiável. Por isso, o blog da Sodré Santoro preparou um post com informações detalhadas sobre as garantias de segurança dos leilões, seu funcionamento e dicas para quem quer dar o primeiro lance.

O que é e como funciona um leilão?

O leilão é uma modalidade de negociação de compra pública, em que qualquer pessoa física ou de representação jurídica pode participar. Para arrematar, ou seja, comprar um item em um leilão é preciso dar o maior lance de valor financeiro, a partir do valor mínimo já preestabelecido. É possível encontrar os mais diversos produtos no leilão, desde imóveis e veículos semi-novos, até eletrodomésticos usados e carcaças.

O que garante a segurança de um leilão?

Antes de uma empresa ser licenciada para realizar a gestão dos eventos de leiloeiros, ela passa por um extenso processo legal, feito pelo Tribunal de Justiça do estado em que a empresa se encontra. Entre algumas etapas desse processo estão a comprovação de idoneidade da empresa e do leiloeiro — passo que certifica a aptidão para realizar alguma ação específica, análise documentais da empresa; entre outros pontos.

Para que uma pessoa possa conduzir um leilão e mediar a venda de um bem – assim como a empresa gestora –, também é necessário passar por diversas aprovações. De acordo com o Decreto nº 21.981 de 1932, para exercer a profissão de leiloeiro é preciso realizar um curso específico e ter autorização da junta comercial.

Qual é a procedência dos lotes que estão em leilão?

Uma das dúvidas mais comuns de pessoas que têm interesse em participar de leilões, mas ainda estão inseguras, é saber a origem dos itens à venda. Os bens leiloados podem ter diversas procedências. Os seus comitentes – quem disponibilizou o bem para leilão – podem ser empresas, bancos, concessionária, entre outros.

Além disso, durante o evento, o leiloeiro sempre informa a origem e as informações detalhadas sobre o lote em questão. Os interessados devem certificar-se de que o lote atende àquilo que ele está procurando.

Dicas para começar a comprar em leilões

Para ter uma boa experiência na hora de participar dos leilões e comprar um lote com ainda mais segurança, é preciso seguir alguns passos básicos:

  • Conhecer as características de cada tipo de leilão;
  • Escolher uma empresa reconhecida no setor;
  • Ler atenciosamente o edital da empresa gestora e a descrição do lote;
  • Estipular uma quantia máxima previamente para dar o lance;
  • Verificar as condições de compra e as leis de desistência.

Quer saber mais? Veja o nosso Guia Completo de Leilões. É Gratuito!

Agora que você já sabe que realizar a compra de um item através do leilão é confiável e oferece muitas vantagens, baixe o nosso e-book gratuito para saber mais sobre o universo dos leilões e arremate o seu lote: Guia Completo para Comprar em Leilões.